sexta-feira, 6 de março de 2009

A Crise e os Média


Hoje resolvi falar de um tema,da qual todos os dias somos bombardeados,quer nos noticiários,quer nos jornais e revistas.

A famosa ressecção, que no meu ver, esta bem pior aos olhos dos media.O que na minha opinião sincera só piora cada vez mais o pessimismo quer em empresas,quer em empregados, influenciando na recuperação da economia.

Infelizmente interiorizamos demasiado as coisas pela qual vamos sendo bombardeados no nosso dia a dia,por esse motivo grande parte das pessoas,não tem confiança no futuro,temendo o pior. Ora,meus amigos,problemas todos nós temos,mas há que tentar de alguma forma controla-los e não passamos a vida a lastimamos-nos,porque ai sim,entraremos numa depressão profunda e não conseguiremos fazer nada das nossas vidas.É precisamente o que se esta a passar neste momento.

Como já referi em outros posts,não nasci em berço de oiro e sempre lutei por tudo o que tenho na vida, tendo por isso que passar por momentos menos agradáveis,como possivelmente já se terá passado com todos vós, acreditem ou não, as dificuldades fizeram de mim uma pessoa cada vez mais forte.

Poderão dizer que estarei a ser demasiado optimista,mas a vida ensinou-me que sem sacrifícios e dificuldades nada se consegue,assim sendo,á que nunca baixar os braços perante nenhuma dificuldade,ao invés disso,com os poucos recursos que tivermos,teremos de encontrar uma solução e seguir em frente.

Há uma frase de que gosto e de certa forma expressa o que referi.

"A vida esta cheia de desafios que, se aproveitados de forma criativa transformam-se em Oportunidades."

Sendo eu uma criativa por natureza,sempre tento encontrar uma saída para todas as encruzilhadas da vida......


Foto:Retirada de buscas de imagens do Google.

4 comentários:

Maria disse...

Fátima:

Aprecio verdadeiramente o teu optimismo e a tua força.
Mas a questão é que não me parece que esta crise que existe, de facto, que não é de agora mas que se agravou nos últimos meses e que não é só económica mas também financeira, se possa resolver apenas com optimismo.
São necessárias medidas de fundo, a nível internacional, para responder a esta gravíssima situação. E temos que ter consciência disso, só assim poderemos ajudar.
Tenho relido muito os teóricos de economia e assistido a muitos debates e outras explicações sobre a "crise", que é generalizada e portanto muito difícil de resolver, e as minhas preocupações são muitas. Não por mim, que já estou quase a entrar no "outono da vida2, mas pelos mais jovens, os da tua idade e da idade dos teus filhos. Preocupa-me, mesmo.
Oxalá tu tivesses razão no seu optimismo, pode ajudar, mas não resolve - é a minha opinião.
Desculpa este testamento, mas não quis deixar de te comentar...

Bom fim-de-semana
Beijinhos

Menina do Rio disse...

A ti
Mãe
Mulher
Esposa
Amiga
Irmã
Mulher de profissão
Avó,
enfim,
A todas as mulheres que existem
dentro de cada uma do nós

"Benditas sejam todas vós, capazes de
engedrar a vida, tecendo lindas histórias
de luta e amor"

Um Feliz Dia a ti MULHER!

Olhos de mel disse...

Querida amiga, já não sou tão otimista, mas sei que tudo na vida tem sua dose de sacrifícios. Nada foi tão fácil assim.
Belo post!
Bom fim de semana!
Beijos

happiness...moreorless disse...

Gostei do teu cantinho.
e concordo contigo... não é este o único tema onde os media contribuem e muito para acentuar o problema.

Vou voltar